Governo de SP

Notícias

Fique por dentro das notícias


SP tem quatro novas Reservas Particulares de Patrimônio Natural

Em cerimônia realizada na última quinta-feira (31), o Governo do Estado formalizou a efetivação de quatro Reservas Particulares de Patrimônio Natural. A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente autorizou a assinatura das resoluções de criação das RPPNs Céu Estrelado, Copaíba, Sítio das Pedras e Serra da Bocaina.

A data da solenidade coincidiu com a celebração do Dia Nacional das Reservas Particulares do Patrimônio Natural. As novas unidades de conservação estão localizadas nos municípios de Pindamonhangaba, Socorro, Indaiatuba e São José do Barreiro. Elas somam 140,09 hectares de área protegida.

Com essas novas unidades, o Estado de São Paulo possui 99 dessas áreas oficialmente reconhecidas, sendo 51 pela Fundação Florestal, 47 pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e uma pela prefeitura de São Paulo. Além disso, existem 24 pedidos de reconhecimento em andamento com área potencial de 2.317 hectares.

Parceria

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, a existência das reservas mostra que a parceria desses cidadãos, proprietários das RPPNs, com a pasta atesta os propósitos do Governo do Estado em trabalhar juntos, de forma integrada.

“Temos que somar, com esse espírito de cidadania, olhando para o próximo, pois só assim poderemos cumprir nossos objetivos. Todas as ações do Governo Paulista são para a proteção do meio ambiente e, acima de tudo, a segurança do povo paulista”, salienta.

O diretor executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz, agradeceu ao apoio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente ao trabalho com as reservas, o que mostra o compromisso do Estado com a preservação das áreas verdes.

“A parceria firmada com a secretaria vem concentrar todos os esforços despendidos ao longo dos últimos anos, em prol das RPPNs e das florestas”, explica o diretor da Federação das Reservas Ecológicas Particulares do Estado de São Paulo (Frepesp), Antônio Carioba.

Atividades

Após a assinatura, foram entregues os Títulos de Reconhecimento Provisório aos representantes das quatro novas Reservas e uma breve apresentação das novas unidades. Também foi concedido o Título de Reconhecimento Definitivo ao proprietário da RPPN Porto do Ifé, localizada na cidade de Colômbia.

Em seguida, aconteceram debates sobre os temas “O papel da RPPNs na conservação ambiental” e “Ações de apoio para as RPPNs paulistas”, com a participação de representantes de ONGs, Reservas da Biosfera, Frepesp, Fundação Florestal e Coordenadoria de Fiscalização Ambiental.

Apoio

O Programa Estadual de Apoio às RPPNs Paulistas busca estimular a criação e implementação de reservas no Estado, mediante uma série de ações de apoio e incentivo aos proprietários. A ação é coordenada pela Fundação Florestal, instituída pelo Decreto Estadual n° 51.150/2006.

Vale destacar que a iniciativa para criação de uma RPPN é ato voluntário de pessoas físicas ou jurídicas proprietárias de imóveis rurais ou urbanos que demonstram um potencial para a conservação da natureza.

Atualmente, o território paulista tem 99 RPPNs oficialmente reconhecidas, abrangendo uma área de 21.687,31 hectares de áreas protegidas. Do total, 47 unidades foram instituídas por meio do programa desenvolvido pela Fundação Florestal, com 17.292,24 hectares.

 FONTE: Portal do Governo.

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/sp-tem-quatro-novas-reservas-particulares-de-patrimonio-natural/

04/02/2019 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (SP tem quatro novas Reservas Particulares de Patrimônio Natural)

SP assina parceria com Governo Federal para construção do Ferroanel

Na noite desta terça-feira (29), o governador João Doria e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, assinaram protocolo de intenções entre o Governo do Estado de São Paulo e o Governo Federal para a construção do trecho Norte do Ferroanel.

A viabilidade da obra se dará com investimentos do Governo Federal, cujos recursos serão da outorga de concessão ferroviária da MRS Logística. “Depois de 45 anos de debates, o Ferroanel, em São Paulo, com apoio do Governo Federal, vai se materializar”, ressaltou o governador.

Em até 45 dias, o Governo Federal abrirá consulta pública a respeito do aditivo da concessão de ferrovia federal à MRS Logística por mais 30 anos. Esse aditivo, que deve ser assinado ainda este ano, garantirá outorga à União, que destinará exclusivamente ao transporte férreo.

“Esse protocolo representa a aliança do Governo Federal com o Governo do Estado em menos de 30 dias. É o aproveitamento de uma grande oportunidade que é a prorrogação antecipada dos contratos de concessão de ferrovias para a viabilização de investimentos importantes”, disse o ministro Tarcísio Freitas.

O trecho Norte do Ferroanel terá 53 quilômetros, desde o bairro de Perus, na zona Norte da capital, até Itaquaquecetuba. O investimento será de R$ 3,5 bilhões. Estima-se que sejam transportadas 67 milhões de toneladas de produtos por ano, substituindo mais de 2,8 mil caminhões nas estradas.

O Ferroanel será também usado para transporte de passageiros, de modo segregado ao transporte de cargas. Mais de três milhões de pessoas são esperadas neste trecho, que deverá ficar pronto em 48 meses a partir da data de início das obras. 

Fonte:  Portal do Governo do Estado de São Paulo

Data: 29/01/2019

Por: redação

Link: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/sp-assina-parceria-com-governo-federal-para-construcao-do-ferroanel/

31/01/2019 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (SP assina parceria com Governo Federal para construção do Ferroanel)

Em Davos, João Doria negocia com grupo asiático investimento de R$ 7 bilhões em SP

O Governador João Doria se reuniu, nesta quarta-feira (23), com o presidente mundial do Grupo RGE (Royal Golden Eagle), Anderson Tanoto, para discutir o investimento de R$ 7 bilhões que a empresa irá fazer no interior do Estado de São Paulo. O conglomerado indonésio, que é baseado em Singapura, irá atuar na cidades de Botucatu, Lençóis Paulista e Bauru.

“Este é um dos maiores grupos econômicos e investidores do mundo. A criação de empregos diretos será de sete mil para os próximos 30 meses”, disse Doria.

Tanoto viaja para o Brasil nesta sexta-feira (25) e se reunirá com Doria na próxima semana, com a presença ainda de executivos da empresa. O grupo já mantém no Brasil a Bracell, que produz celulose solúvel no Polo Industrial de Camaçari, na região metropolitana de Salvador (BA), e cultiva eucaliptos em 21 cidades baianas. No último mês de agosto, o grupo concluiu a aquisição da Lwarcel Celulose, em Lençóis Paulista.

​​Além de Tanoto, Doria também se encontrou com o italiano Francesco Starace, responsável pela italiana Enel, que comprou a AES Eletropaulo em 2018. A Eletropaulo é quem distribui energia elétrica para a região metropolitana de SP.

"É uma honra. Estamos muito contentes de estar em São Paulo e queremos nos tornar cidadãos de São Paulo. Sendo assim, faremos de tudo para nos tornarmos cidadãos honorários e trabalhar para o bem da fornecedora elétrica dessa grande cidade", disse o empresário. 

Fonte: SBT Interior

Data: 24/01/2019

Por: Redação

Link: https://sbtinterior.com/noticia/em-davos-joao-doria-negocia-com-grupo-asiatico-investimento-de-r-7-bilhoes-em-sp,7462333484335.html

28/01/2019 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (Em Davos, João Doria negocia com grupo asiático investimento de R$ 7 bilhões em SP)

AUJ inicia oficialização da Comissão de Vigilância de Antropozoonoses

Em reunião no Paço Municipal de Jundiaí, na última quinta-feira (17), representantes dos sete municípios que fazem parte da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ) – Jundiaí, Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista, discutiram a oficialização da Comissão de Vigilância de Antropozoonoses (doença primária de animais e que pode ser transmitida aos humanos). O objetivo é fortalecer os trabalhos dos municípios de forma conjunta, potencializando os resultados. A partir do encontro, será elaborado plano de atuação e estabelecido cronograma para a capacitação permanente dos técnicos e o pleito encaminhado para a próxima reunião executiva do AUJ.

Segundo o gerente da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) de Jundiaí, Carlos Ozahata, o combate eficiente às doenças acontece de forma conjunta e segue as orientações do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI). “O trabalho integrado facilitará os bons resultados com a padronização dos procedimentos na vigilância dessas doenças transmitidas entre homens e animais. Como exemplo, podemos citar as arboviroses. A região ainda está em situação tranquila, mas o ano terá mais registros de arboviroses que no ano anterior, por isso é necessário que todos estejam alinhados para combater os mosquitos Aedes aegypti”, comenta o gerente, lembrando que o grupo não tratará somente de dengue, zika, chikungunya e a febre amarela. Ozahata lembra que a comissão já atua há três anos com reuniões e capacitações.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Fauzia Abou Abbas, a troca de experiências entre os participantes será fundamental para o sucesso do grupo. “Cada técnico tem um conhecimento a acrescentar e compartilhar. A partir de agora serão estabelecidos planos e cronogramas de trabalho para que todos estejam alinhados”, afirma.

Para o Assessor Especial da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), da Unidade de Gestão da Casa Civil, Wagner Facchini de Bortolo, a formatação do grupo favorecerá outras ações. “A partir da comissão será possível estabelecer uma brigada para auxílio mútuo, com o apoio das Guardas Municipais e das Defesas Civis, para o controle e combate rápido às necessidades”, detalha. Outro ponto importante é o fortalecimento do grupo em pleitos de verbas para o setor, já que tratam de interesses comuns a vários municípios. 

Fonte: Jornal de Jundiaí 

Data: 21/01/2019

Link: http://www.jj.com.br/noticias/auj-inicia-oficializacao-da-comissao-de-vigilancia-de-antropozoonoses/

24/01/2019 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (AUJ inicia oficialização da Comissão de Vigilância de Antropozoonoses)

41-45 of 586<  ...  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  ...  >