Governo de SP

Releases

Releases


Plano de Desenvolvimento Integrado da Aglomeração de Piracicaba recebe propostas só até sexta-feira

A Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa) informa que o prazo para o envio de propostas para o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Aglomeração Urbana de Piracicaba (PDUI-AUP) acaba nesta sexta-feira, 01/03. Representantes do poder público e da sociedade civil poderão postar suas contribuições na plataforma digital do Plano − https://www.pdui.sp.gov.br/piracicaba/ − até as 23h59.

No período em que esteve aberta, desde 28 de setembro de 2017, a plataforma recebeu cerca de 100 propostas. A partir de 04/03, todas as contribuições serão sistematizadas e vão integrar o Caderno Preliminar de Propostas, que está sendo finalizado pela Emplasa, coordenadora do processo de elaboração do PDUI-AUP.

As novas propostas devem estar vinculadas às Funções Públicas de Interesse Comum (FPICs), já organizadas por eixos em Grupos de Trabalho: Atendimento Social, Educação, Saúde, Segurança, Defesa Civil e Cultura; Desenvolvimento Urbano, Econômico e Habitação; Meio Ambiente, Saneamento Básico, Recursos Hídricos e Resíduos Sólidos; Rede de Infraestrutura, Mobilidade, Transporte, Logística e Energia.

O PDUI-AUP

O PDUI é uma exigência do Estatuto da Metrópole, lei federal sancionada em 2015, para todas as regiões metropolitanas e aglomerações urbanas no Brasil, criadas ou que vierem a ser criadas. O Plano estabelece macrodiretrizes para a adoção pelos municípios de políticas públicas visando ao desenvolvimento regional no campo das funções públicas de interesse comum.

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA EMPLASA

Tel.: 11 3293 5318

www.emplasa.sp.gov.br

www.facebook.com/Emplasa/

27/02/2019 Leia na íntegra esta matéria: (Plano de Desenvolvimento Integrado da Aglomeração de Piracicaba recebe propostas só até sexta-feira)

Consulta pública sobre a Região Metropolitana de Ribeirão Preto termina na próxima sexta-feira

Acaba na próxima sexta-feira, 01/03, a consulta pública sobre oportunidades e barreiras ao desenvolvimento da Região Metropolitana de Ribeirão Preto (RMRP), integrada por 34 municípios. Iniciada em 11/02, a plataforma da consulta pública, <http://consultapublicarmrp.intelekto.org>, recebeu 324 visitas e cerca de 50 contribuições até o dia 22/02. A iniciativa faz parte de um amplo projeto do Estado de São Paulo, denominado Unidades de Informações Territorializadas (UITs), desenvolvido na Região a partir de 2018 pela Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa), em parceria com a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP).

O Projeto UITs, metodologia desenvolvida pela Emplasa, visa identificar os principais fatores de influência sobre o processo de desenvolvimento da Região Metropolitana de Ribeirão Preto, criada em 2016, levando em conta suas dinâmicas sociais, econômicas e ambientais. O resultado do trabalho será reunido, posteriormente, em um atlas digital, e irá contribuir para a elaboração de futuras políticas públicas ou ações da iniciativa privada para o desenvolvimento econômica e social da RMRP.

COMO PARTICIPAR

Para participar, basta clicar no link <http://consultapublicarmrp.intelekto.org>, que dá acesso à área da consulta, onde o participante poderá manifestar sua opinião. Nas páginas seguintes, terá acesso a três quadros de informações sobre a RMRP, com análises sobre as atividades econômicas existentes, as que se destacam como potencialidades para impulsionar o crescimento da RM, além de um quadro sobre os problemas, vantagens competitivas, ameaças e oportunidades para o desenvolvimento econômico da região.

Em cada um dos quadros, são apresentados tópicos nos quais é possível opinar individualmente, ou ainda sugerir a inclusão de novos tópicos.

Há opções de participar anonimamente ou indicando um endereço de e-mail. Ao optar por informar o e-mail, o participante poderá acessar a qualquer tempo a consulta, completando ou alterando opiniões. Se optar por participar anonimamente, não será possível rever a postagem.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

TEL.: 11 3293 5318

www.emplasa.sp.gov.br

www.facebook.com/Emplasa/

27/02/2019 Leia na íntegra esta matéria: (Consulta pública sobre a Região Metropolitana de Ribeirão Preto termina na próxima sexta-feira)


Emplasa inicia no dia 18/02 consulta pública sobre a Aglomeração Urbana de Franca

A população da Aglomeração Urbana de Franca (AUF) terá oportunidade de participar, a partir da próxima segunda-feira (18/02), de ampla consulta pública sobre a região, que é integrada por 19 municípios: Aramina, Buritizal, Cristais Paulista, Franca, Guaíra, Guará, Igarapava, Ipuã, Itirapuã, Ituverava, Jeriquara, Miguelópolis, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Rifaina, São Joaquim da Barra e São José da Bela Vista.

O objetivo da consulta é ampliar informações sobre as potencialidades de desenvolvimento econômico, social e cultural, impulsionadores e barreiras ao crescimento da AUF. Para participar é só acessar o link <http://consultapublicaauf.intelekto.org>, disponível no site e no Facebook da Emplasa, e deixar uma opinião ou sugestão. O prazo para consulta acaba em 08/03/2019.

A iniciativa faz parte de um amplo projeto do Estado de São Paulo denominado Unidades de Informações Territorializadas (UITs), desenvolvido na Aglomeração Urbana a partir de 2018 pela Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa), em parceria com a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). "As UITs vão identificar os principais fatores que influenciam o desenvolvimento da Aglomeração Urbana de Franca, do ponto de vista daqueles que vivem na região, daí a importância de ouvirmos as pessoas nessa consulta pública", ressalta o diretor-presidente da Emplasa, Nelson Antônio de Souza.

Outras etapas do projeto já foram cumpridas pela equipe de técnicos da FESPSP, como a realização de duas oficinas, e resultará em um atlas digital. Estes resultados vão subsidiar a elaboração de futuras políticas públicas ou ações da iniciativa privada para o desenvolvimento econômico e social da AUF.

O QUE SÃO UITs                                                                                                              

As UITs são recortes do território municipal que correspondem a uma unidade de análise para fins de planejamento regional. Elas permitem uma leitura dinâmica e detalhada do território, bem mais próxima da realidade do município, porque reconhecem e qualificam as principais características fisico-territoriais e socioeconômicas, associando padrões de uso e ocupação do solo e dados estatísticos.

COMO PARTICIPAR

Para participar, basta clicar no link <http://consultapublicaauf.intelekto.org>, que dá acesso à área da consulta, onde o participante poderá manifestar sua opinião. Nas páginas seguintes, terá acesso a três quadros de informações sobre a AUF, com análises sobre as atividades econômicas existentes, as que se destacam como potencialidades para impulsionar o crescimento da AU, além de um quadro sobre os problemas, vantagens competitivas, ameaças e oportunidades ao seu desenvolvimento econômico.

Em cada um dos quadros, são apresentados tópicos nos quais é possível opinar individualmente, ou ainda sugerir a inclusão de novos tópicos.

Há opções de participar anonimamente ou indicando um endereço de e-mail. Ao optar por informar o e-mail, o participante poderá acessar a qualquer tempo a consulta, completando ou alterando opiniões. Aqueles que não se identificarem não terão como rever a postagem. 

São Paulo, 15 de fevereiro de 2019

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

TEL.: 11 3293 5318

www.emplasa.sp.gov.br

www.facebook.com/Emplasa/

15/02/2019 Leia na íntegra esta matéria: (Emplasa inicia no dia 18/02 consulta pública sobre a Aglomeração Urbana de Franca)

16-20 of 555<  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  ...  >